Quais as melhores cidades no Quebec para novos imigrantes?

Conheça duas cidades do Quebec que estão entre os 10 melhores lugares no Canadá para novos imigrantes.

Cerca de 85% dos novos imigrantes no Quebec se instalam, a princípio, na maior cidade da Província, a belíssima e atraente cidade de Montreal. Como costumam dizer:

Montreal muitas vezes faz sonhar, mesmo aqueles que nunca pisaram nela. Queremos desfrutar de sua arquitetura europeia, seus bairros diferentes, suas inúmeras atividades e eventos culturais, a importância atribuída à língua francesa e sua localização geográfica. É uma cidade mágica.

Porém, será Montreal a melhor opção para você viver? Segundo a revista Money Sense, talvez não.

As cidades de Brossard e Gatineau, na Província do Quebec, foram nomeadas em 2015, pela revista MoneySense, entre os top 10 melhores lugares no Canadá para novos imigrantes. Este é um ranking geral, com base em dados como renda familiar, emprego, preços da habitação, clima, crime, acesso aos cuidados de saúde, entre outros.

Brossard, um subúrbio de Montreal de cerca de 83.000 habitantes localizado às margens do Rio Saint Laurent, goza de alta renda e baixo nível de desemprego, além de contar com custos de imóveis mais baixos do que Montreal.

Isto, combinado com um sistema de transporte robusto e uma vibrante comunidade artística e esportiva, faz com que a cidade veja atualmente um crescimento significativo em sua população imigrante (36%).

Importante!

Ao contrário de muitas cidades da Europa e América Latina, os subúrbios de Montreal não acolhem grandes áreas de pobreza e desemprego. Pelo contrário, este é tradicionalmente o território da classe média. Novos bairros elegantes e caros, a beira de rios, lagos ou campos de golfe, têm surgido nos últimos anos.

Viver nos subúrbios não é uma escolha influenciada necessariamente pela limitação econômica, mas principalmente pelo estilo de vida. É o que concluíram os promotores imobiliários, que estão construindo, junto com as casas, uma verdadeira vida de bairro, com restaurantes, lojas e centros de entretenimento, a fim de atrair famílias jovens.

Símbolo desta nova “arte de viver”, o distrito Dix30 de Brossard está a desenvolver desde 2006 um novo centro comercial com 500 lojas, restaurantes, cinemas, bares, hotéis, um teatro e até uma arena de hóquei para os treinos da equipe do Montreal Canadiens. “Um ambiente de vida urbana que tem muito a oferecer, sem o incômodo da cidade,” é o cartaz publicitário deste novo bairro.

Por estar muito próxima à Montreal, e ter seu transporte integrado com linhas de ônibus com faixas exclusivas nos horários de pico, muitas pessoas vivem em Brossard e trabalham ou estudam em Montreal.

Gatineau, por sua vez, com mais de 265.000 habitantes, uma taxa de desemprego de 6,6% e 9,2% de imigrantes, é reconhecido por Ottawa como a área com o menor custo de vida nas grandes cidades da América do Norte. Além disso, a região possui boas possibilidades de emprego em diversos setores, e tem a vantagem de estar ao lado da capital do país, que é anglófona.

Muitos canadenses provenientes de Ottawa decidem por viver e manter os filhos na creche ou escola em Gatineau e trabalhar em Ottawa, a capital nacional, anglófona. Não é para menos, visto que Gatineau fica a 15min em carro de Ottawa, e o custo de vida é drasticamente mais baixo. Ao contrário de Brossard, Gatineau fica mais distante de Montreal, a cerca de 2h em carro.

Apesar de não ter muita vida noturna, esta região próxima da capital nacional tem sido constantemente lembrada entre os top 10 da classificação “Melhor lugar para se viver no Canadá” pela revista Money Sense.

Gatineau tem nove campos de golfe públicos e três campos privados, por isso é a cidade com o maior número de campos de golfe no Quebec.

Para praticar caminhadas, ciclismo, natação, caminhadas na neve ou esqui cross country, as pessoas podem desfrutar dos 361 quilômetros quadrados do Parque Gatineau, que inclui cerca de 200 quilômetros de pistas e trilhas.

Mais de quinze festas e festivais são realizados anualmente em Gatineau, incluindo o famoso Festival de Balões de ar quente de Gatineau, os Fogos de artifício do Casino Lac-Leamy e Winterlude, um festival de inverno. O Museu Canadense da Civilização em Gatineau é a atração cultural mais visitada no Canadá.

Conclusão:

Dependendo do estilo de vida que você busca, talvez Montreal realmente não seja a melhor opção para você viver.

Se você possui uma família com filhos pequenos, ou busca uma vida mais tranquila, longe da agitação da cidade mas ainda assim com todas as comodidades de serviços, talvez uma cidade nos subúrbios de Montreal, como Brossard, ou até mesmo uma cidade independente como Gatineau, possa ser uma boa opção.

A grande diferença aqui é que ter um carro é quase uma necessidade, pois normalmente as casas os subúrbios ficam distantes dos supermercados e centros comerciais.

Agora, se você é um jovem estudante ou profissional em início de carreira, solteiro(a) ou um casal jovem sem filhos pequenos, a Grande Montreal pode ser o lugar que você busca!

Apesar de as vezes você ser mais um entre tantos imigrantes e o mercado de trabalho ser concorrido, em Montreal você encontrará tudo que um jovem precisa para ser feliz num centro urbano: inúmeros cafés e restaurantes, transporte público fácil e eficiente, bares e discotecas para todos os gostos, e muitas opções de estilo de vida de acordo com os diferentes bairros da cidade.

Aqui, ter carro é uma opção dispensável: o transporte público faz todo o trabalho, e, se você curtir uma bike, esta é definitivamente a sua cidade!

E você, onde gostaria de morar? Numa cidade como Brossard, Gatineau ou Montreal? Comente abaixo!

Você pode também adquirir nossa série de Guias de Imigração e Integração ao Quebec, sobre imigração, habitação, integração e estilo de vida e um guia para seu projeto pessoal de imigração. 

Saiba mais sobre os Guias aqui

Comentários

Leave a Reply

Translate »