Imigração Quebec: 5 Motivos para Falar Francês

 Se você quer viver e trabalhar na província de Quebec, falar francês é, sem dúvida, essencial. A língua vai ajudar na sua integração social, cultural e profissional.

Isso porque a maioria da população da província fala francês, enquanto uma minoria fala o francês e o inglês. Há motivos de sobra para você aperfeiçoar o seu francês e investir nesta formação, caso almeje imigrar para o Quebec.

Além de ser a língua oficial, o idioma é resguardado culturalmente pelos quebequenses, que desenvolveram até mesmo o francês Québécois, com gírias, expressões e regionalismos próprios.

O francês é a língua dominante e essencial para quem quer se dar bem na província.

Conheça o Método Francês Fluente e Alavanque seu Aprendizado de forma Eficiente

É até possível morar em Montreal – que é bilíngue –  sem falar francês, mas se você fala o idioma, sua vida será incrivelmente facilitada no dia a dia e suas chances de conseguir um bom emprego aumentarão.

O francês fará parte da sua rotina diária e será muito importante para facilitar a sua vida em comunidade, sua integração social, seus estudos e sua vida profissional.

Sabendo disso, o Viva Quebec mostra aqui os 5 motivos pelos quais é tão importante falar francês no Quebec:

1. Trabalhar no Quebec: Mais oportunidades no mercado de trabalho para quem sabe falar francês

emprego-canada

 

O francês é claramente o principal idioma de trabalho da maioria dos quebequenses. Muitas empresas exigem que os funcionários falem francês em todos os canais de comunicação da organização.

Há uma cultura interna de que, para conseguir um emprego qualificado, é preciso ter o francês afiado. Falar melhor o idioma em relação aos concorrentes imigrantes também pode ser o ponto crucial para a contratação.

Há, ainda, uma tendência ao bilinguismo, com o inglês como idioma secundário, mas há uma lei que proíbe que o empregador exija um idioma diferente do francês, a não ser que seja realmente necessário.

O francês é, portanto, o principal idioma para a obtenção de um bom emprego e para o crescimento profissional. Se você possui fluência no idioma, suas chances aumentam consideravelmente.

 

2. Estudar no Quebec: a maioria das instituições de ensino é francófona

estudar-no-canada

 

Há um fluxo, por ano, de mais de 25 mil estudantes estrangeiros de várias partes do mundo nas universidades da província de Quebec, consideradas de alto nível até mesmo mundial.

Como a província é francófona, suas instituições de ensino, em sua maioria, também adotam o francês como idioma oficial.

Se você quiser estudar em alguma delas, como a Universidade de Montreal, precisa ter um bom nível de francês (B2 ou mais, dependendo da área de estudos).

Aliás, invista mesmo na fluência do idioma, porque todas as instituições de ensino, públicas ou privadas, oferecem ensino de alta qualidade e têm seus diplomas reconhecidos internacionalmente.

 

3. Fazer amigos: Francês é o idioma da integração social

integracao-quebec

A maioria da população da província, francófona e anglófona, considera que o francês é a língua que gera a integração social e é mais importante para a promoção da vida em comunidade.

Mesmo com o inglês como idioma secundário, ele é pouco falado em outras cidades da província fora da cidade de Montreal, a maior cidade do Quebec e a segunda maior cidade francófona do mundo, atrás apenas de Paris.

 

4. Vida diária: Idioma mais falado nas ruas, comércio e serviços

Nas ruas, no comércio e na área de serviços, o francês é o idioma dominante, embora haja uma população de imigrantes que mantenha, dentro de casa, a língua materna.

A maioria da população de Quebec acha muito importante que todos saibam falar francês para que haja uma boa comunicação no espaço público.

Nas lojas, por exemplo, os comerciantes, em geral, dirigem a palavra em francês e inglês (Bonjour, Hi), porém normalmente darão preferência por falar francês.

5. Aceitação e Acolhimento: Orgulho, proteção e reconhecimento da cultura do Quebec

quebec-separacao

O Quebec é a maior das 10 províncias do Canadá e tem uma forte influência francesa, desde a colonização do país. É, também, a província canadense com uma maioria francófona – quase 80% – e uma minoria anglófona.

A província, nos primórdios de sua colonização, era conhecida como Nova França. Por conta disso, o Quebec é diferente do restante do país e tem o francês como seu único idioma oficial.

Há um movimento muito forte, no Quebec, para a manutenção dessa cultura, da qual a população tem orgulho. A diferença de Quebec para as outras províncias canadenses é tão grande que parece mesmo ser um outro país.

Portanto, negar o idioma francês pode ser considerado, pelos quebequenses, até mesmo uma falta de respeito e consideração pela província que te acolhe.

O contrário, ou seja, demonstrar interesse pelo idioma, pode gerar simpatia, aceitação e acolhimento por parte deles.

Uma língua não é apenas um conjunto de sons e símbolos que permitem falar ao telefone e enviar mensagens de texto. A linguagem é a marca dos corações daqueles que a falam. É o repertório de reflexões, emoções, experiências e sonhos compartilhados por uma comunidade. A nossa linguagem não é melhor que nenhuma outra, mas é nossa. Esta é a nossa experiência. É para nós que ela fala. Além das palavras. Nosso riso, nossas lágrimas, nossos suspiros soam francês. E se somos orgulhosos do que somos, somos orgulhosos da língua que nos fez o que somos. É em francês que criamos nossa realidade. Que nos apropriamos de nós mesmos.

Stephane Laporte

Gostaria de alavancar seu aprendizado no idioma? Conheça o Método Francês Fluente, de nosso parceiro Jérôme Guinet – e impulsione seu projeto de imigração para o Quebec hoje mesmo!

 

Comentários

Leave a Reply

Translate »