Conheça a nova política de imigração do Quebec para 2017

Saiba o que irá mudar a partir de 2017 e o que você pode fazer para se beneficiar dessas mudanças!

O governo do Quebec tem uma nova política de imigração com metas ambiciosas para reduzir os tempos de espera em até 80% e levar imigrantes mais qualificados para vagas de emprego.

Ao longo dos próximos cinco anos, em resposta à nova política de imigração do Quebec, a lei 77, a província pretende:

  • Transformar os estudantes internacionais e trabalhadores temporários em residentes permanentes;
  • Reduzir os atrasos no processamento de pedidos de três anos para três meses;
  • Erradicar a discriminação no local de trabalho para os imigrantes;
  • Reduzir listas de espera para aulas de francês; e
  • Garantir a harmonia social numa sociedade inclusiva.

Pessoas formadas em setores de emprego que estão em alta demanda serão priorizados para a imigração, seja através do Programa de Trabalhadores Qualificados ou do Programa de Trabalhadores Temporários simplificado, onde dependendo da ocupação buscada, o empregador não precisa fazer um recrutamento dentro do Canadá antes de buscar profissionais estrangeiros.

Outro fator chave será o idioma. O aprendizado do francês é visto como uma parte integrante do programa de trabalho. Por isso, o governo pretende diminuir o tempo de espera e disponibilizar mais espaço para o programa de francização de imigrantes, que ensina não somente o idioma, como também os valores e a cultura quebequenses, conhecimentos fundamentais para uma integração de sucesso do recém chegado.

A província de Quebec terá 1,4 milhões de novos trabalhadores até 2022, e se presume que pelo menos 18% deles deverão ser imigrantes.

O novo sistema, que estará operacional em 2017, irá solicitar que os candidatos preencham uma declaração de interesse on-line, e o governo, em seguida, irá convidar os candidatos que atendam às necessidades econômicas daquele momento no Quebec a solicitar um Certificado de Seleção do Québec (CSQ).

Esta nova regulamentação segue a linha de alguns países que já trabalham desta forma, fazendo uma pré-seleção online dos candidatos, como a Austrália, Nova Zelândia e o próprio processo Federal do Canadá, o Express Entry.

Neste momento, os chamados imigrantes econômicos (trabalhadores) constituem 60% do número total de imigrantes aceites a partir do estrangeiro. O novo plano elevaria esse número a pelo menos 70%, uma vez que os imigrantes serão combinados com perfis econômicos regionais da província.

Os dois processos de seleção que ocorreram em 2016 ainda seguiram o formato de seleção anterior: primeiro a chegar, primeiro a ser servido. Ou seja, aqueles que conseguiram enviar suas candidaturas, serão considerados para preencher as vagas existentes.

Isso não significa que pessoas não qualificadas para emigrar através deste programa serão aceitas, porém, acaba diminuindo as chances de quem realmente se qualifica aplicar. Se a nova regulamentação irá corrigir isso, são cenas dos próximos capítulos, que veremos em 2017.

De qualquer forma, para que você tenha chances reais de ser convidado a solicitar um CSQ em 2017, nós do Viva Quebec recomendamos que você prepare um projeto de imigração sólido, desenvolvendo as competências faltantes ou que podem ser melhoradas em seu perfil.

Para aqueles que são de áreas em menor demanda no mercado do Quebec, não se desesperem nem desistam. Sempre dizemos que há inúmeras formas de imigrar. O que vai realmente definir se você pode ou não, é a sua persistência e força de vontade para construir o seu próprio caminho para imigrar.

Para ajudar no projeto de imigração daqueles que tem interesse, nós oferecemos alguns canais de ajuda. Clique no botão abaixo para saber como podemos lhe ajudar!

Comentários

One Response

Leave a Reply

Translate »